O QUE VOCÊ PROCURA?

1 de dezembro de 2017 às 14h35

Rede Cuidar inicia o repasse de R$ 10,9 milhões às entidades

Seja o primeiro a comentar! Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

  • Unidades socioassistenciais da rede pública e privada do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) vão receber um total de R$ 10,92 milhões do Estado para melhoria da qualidade dos seus serviços, dentro do Programa Rede Cuidar, da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese). Os valores serão repassados ainda este ano para 364 entidades em todo o Estado e cada uma receberá cerca de R$ 30 mil. Os recursos são majoritariamente provenientes da Loteria Mineira, conforme previsto na Lei sancionada pelo Governador em julho deste ano, e também de emendas parlamentares.

     

    O início dos repasses foi anunciado pela presidenta do Servas, Carolina Pimentel, nesta terça-feira, 28/11, em visita ao Lar Cristo Rei, destinado ao acolhimento de idosos, em Belo Horizonte: “O Rede Cuidar é a realização de um sonho do Governo de Minas, ele dá a chance para as instituições escolherem como vão aplicar os recursos e o governo não perdeu o foco, trabalhando para quem mais precisa”, afirmou, representando o Governador. O programa inova ao instituir de forma permanente o apoio do Estado às unidades socioassistenciais governamentais e também para as ONGs parceiras, envolvendo ações de capacitação, assessoramento técnico e incentivo financeiro. Neste primeiro momento, foram priorizadas as unidades de acolhimento, que atendem crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, entre outros públicos, totalizando 9.323 pessoas.

     

    O deputado André Quintão participou da concepção do Programa quando esteve à frente da Sedese e trabalhou pela aprovação da Lei na Assembleia. “É um modelo inédito no País e importante para garantir qualidade no atendimento do SUAS aos usuários”, afirmou. Os critérios de partilha dos recursos foram pactuados com os municípios na CIB e aprovados pelo Conselho Estadual de Assistência Social.



    COMENTÁRIOS:

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *